TRANSLATE:
header_logo
Login
CARREIRA
Três erros fatais em seu networking
Conhecer essas falhas e evitá-las é um fator de sucesso, principalmente no longo prazo
Muitos profissionais percebem que seu networking é inútil, quando precisam dele. Trabalham muito, dedicam-se à empresa, mas, na hora em que perdem o emprego, não conseguem recolocação por meio de seus contatos.

Isso ocorre porque, conscientemente ou não, cometem erros fatais para seu networking. Não há rede de relacionamento que resista a ações infelizes de seus participantes. Portanto, conhecer essas falhas e evitá-las é um fator de sucesso, principalmente no longo prazo. Afinal, qualquer um pode ser bem-sucedido por um ano ou dois, mas a carreira deverá durar décadas e, portanto, o foco deve ser no equilíbrio do sucesso de curta e longa duração.

Ser desconhecido

Por vezes, recebo mensagens de profissionais que pedem para ser indicados para uma oportunidade de emprego. Quando alguém lhe pede a sugestão de um médico, quem você indica? Provavelmente algum que você mesmo utiliza ou que seja conhecido por pessoas nas quais confia.

Um erro fatal muito comum é o indivíduo querer ser recomendado por alguém que não o conhece. Além de não ser indicado, sua imagem fica destruída, pois é evidente que é conhecido por poucos ou que aqueles que o conhecem não desejam ajudá-lo.


Fazer networking somente quando está desempregado

Quando um colega de longa data lhe chama repentinamente para almoçar, pode esperar duas coisas: ele vai pedir um emprego, e você é quem vai pagar a conta. Essa é uma das atitudes mais destrutivas que alguém pode ter: lembrar-se dos amigos somente nas horas de dificuldade. Na vida pessoal, isso já é visto com muitas reservas, mas, na profissional, é um motivo de fracasso no longo prazo. Pessoas não são instrumentos para seu sucesso, que você liga ou desliga somente quando precisa.

Amadureça e aprenda a conviver com indivíduos de seu setor ou considere mudar de carreira.


Pedir ajuda a quem você prejudicou

Muitos profissionais tratam bem somente seus chefes. Não contribuem com seus subordinados, pares e outros departamentos. São indiferentes aos clientes e aos concorrentes. Para piorar, tratam mal os fornecedores da empresa. De repente, ficam sem emprego e querem receber ajuda dessas pessoas.

Um de meus critérios de escolha das empresas das quais compro produtos e serviços é saber como elas tratam seus fornecedores. Na minha “lista negra”, recentemente ingressou uma famosa churrascaria em São Paulo, pois descobri que, além de pagar mal seus fornecedores, trata-os com desprezo. O mesmo ocorreu, há tempos, com uma rede de supermercados. Se a ética nos negócios é cada vez mais um fator de escolha do consumidor, imagine para sua profissão. Se você trabalha para uma empresa que trata mal seus fornecedores, funcionários e a comunidade, procure outro local para trabalhar, pois sua carreira fica em risco no longo prazo. Afinal, você será um agente dessas ações antiéticas e avaliado não como alguém que cumpre ordens, mas que faz essas ações.

Tenho observado pessoas que, ainda aos 30 anos, fazem atos que comprometem sua reputação. O resultado é que ainda têm, pelo menos, mais 30 anos no mercado, e seguramente passarão por muitas dificuldades na vida, pois ninguém desejará trabalhar com elas no futuro.

Como mencionei, o importante é que você seja bem-sucedido no longo prazo em sua profissão. Seja persistente, amadureça e cuide de sua rede de relacionamentos. Quanto mais comprometidos estivermos em agregar valor uns aos outros, para contribuir com propósitos elevados, mais próspero tornaremos o mundo.

Portanto, tenha cautela com seu desejo de ser bem-sucedido a qualquer preço. O sucesso requer preparo e cuidados de longo prazo.

Vamos em frente!

Sílvio Celestino - autor do livro Conversa de Elevador – Uma Fórmula de Sucesso para sua Carreira.


Fonte: administradores.com
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
O impacto da pandemia no futuro dos espaços em saúde
Exame de Obtenção de Título de Especialista em Medicina Preventiva e Social e Certificado de Área de Atuação em Administração em Saúde 2020
Webinar - A Arquitetura e Engenharia Hospitalar contribuindo para o Controle da Infecção Hospitalar
2020 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Curso da APM ajuda na sustentabilidade de empreendimentos médicos
Liderança 4.0
Mais Recentes
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Grupo de Indicadores de Enfermagem

apmsompas