TRANSLATE:
header_logo
Login
ESTRATÉGIAS E PLANOS
Entenda o Indicador Nacional da Maturidade da Gestão 2013
Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) produziu um estudo que revela o nível de aderência em cada um dos oito Critérios do Modelo de Excelência da Gestão
A Revista Classe Mundial, número 14, traz uma matéria sobre os resultados referentes ao Indicador Nacional da Maturidade da Gestão (INMG), aplicado nas organizações participantes do PNQ 2013. O Indicador, criado em 2011, pela FNQ, mede o nível de aderência aos Critérios do Modelo de Excelência da Gestão®(MEG) e utiliza uma escola de 0 a 100 pontos.

Para ler a reportagem completa, da Revista Classe Mundial da FNQ, faça o download neste link.

A partir da análise do desempenho das organizações reconhecidas no ciclo 2013 do Prêmio Nacional da Qualidade® (PNQ), nas que se candidataram ao Prêmio e naquelas que passaram para a etapa de visitação, a FNQ produziu um estudo que revela o nível de aderência em cada um dos oito critérios do MEG. Esse resultado mostra que as organizações que participaram no PNQ 2013 aprimoraram suas práticas de desenvolvimento de mercado e de relacionamento com clientes, bem como adotaram processos que visam mitigar os impactos socioambientais e promover o desenvolvimento social. Das 30 empresas que se candidataram ao PNQ, a média geral alcançada foi de 50,8 pontos. Os Critérios Pessoas e Clientes tiveram as maiores pontuações (65 e 63 pontos).

Para o superintendente-geral da FNQ, Jairo Martins, com o histórico evolutivo da maturidade da gestão, é possível realizar melhorias. “O objetivo da FNQ é consolidar o INMG como um índice de competitividade e produtividade das organizações no Brasil, capaz de servir de referência para direcionar e estimular investimentos internacionais no Brasil”, explicou.

Segundo o gerente de Capacitação e Premiação da FNQ, Gustavo Utescher, as empresas que não participam da premiação podem aplicar a metodologia do MEG e verificar em que patamar se encontram perante as reconhecidas no PNQ. “As empresas podem utilizar o INMG como referência para avaliar o seu próprio nível de maturidade em relação as demais organizações brasileiras que se submetem a prêmios que utilizam o MEG como referência”, explicou.

imagem
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
O impacto da pandemia no futuro dos espaços em saúde
Exame de Obtenção de Título de Especialista em Medicina Preventiva e Social e Certificado de Área de Atuação em Administração em Saúde 2020
Webinar - A Arquitetura e Engenharia Hospitalar contribuindo para o Controle da Infecção Hospitalar
2020 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Curso da APM ajuda na sustentabilidade de empreendimentos médicos
Liderança 4.0
Mais Recentes
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Grupo de Indicadores de Enfermagem

apmsompas