TRANSLATE:
header_logo
Login
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
24/06/13 - AMA declara obesidade, que afeta 35% do americanos, como uma doença
Em reunião da Associação Médica Americana (AMA), médicos votaram esmagadoramente para rotular a obesidade como uma doença que exige uma série de intervenções visando promover o tratamento e a prevenção.
imagem
A Associação Médica Americana aprovou oficialmente reconhecer a obesidade como uma doença em sua reunião anual, em Chicago.


No entanto, houve debate apaixonado nas horas antes da votação aqui na 2013 Reunião Anual da AMA - American Medical Association.

Embora as políticas adotadas pelos Congressos da AMA não têm força legal, essas decisões são muitas vezes referenciadas para influenciar os órgãos governamentais. Esta decisão pode ter implicações para o reembolso de provedores, políticas públicas, o estigma do paciente e até na codificação Classificação Internacional de Doenças(CID).

"A obesidade é uma doença fisiopatológica e existe um tratamento para esta doença, envolvendo modificações comportamentais, medicamentos e até cirurgias de obesidade", disse Jonathan Leffert, MD, suplente do Comitê de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo.

Melvyn Sterling, MD, disse que isso traz à mente para o debate sobre se a hipertensão é uma doença, "a evidência científica é esmagadora".

"Eu sou um clinico geral, entre outras coisas, e eu trato das complicações dessa doença. É interessante olhar para trás, a história em um momento em que a hipertensão não era pensada como uma doença", disse Sterling, que é da AMA -Organização Medica, mas estava falando de si mesmo. "A obesidade é uma doença. É muito, muito, muito claro que, apesar de nem todos os hipertensos recebe um golpe e não cada pessoa obesa sofre as complicações, que não muda o fato de que esta é uma doença".

Alguns não ficaram convencidos. Outros afirmaram que embora seja uma epidemia, a medida para se determinar a obesidade é imprecisa, e a obesidade não cumpre os critérios para ser definida como doença.


Nem todos concordam em rotular a obesidade como doença

Russell Kridel, MD, presidente entrante do Conselho da AMA em Ciência e Saúde Pública (CSPH), disse ao Medscape Medical News que não há nenhuma duvida sobre a importância e urgência de se enfrentar o problema, porém ele não acredita em qualificar obesidade como uma doença .

"É como fumar. Fumar não é uma doença. Fumar pode causar doenças como câncer de pulmão e enfisema, da mesma forma que a obesidade pode levar a diabetes e hipertensão", explicou. "Nós estamos realmente falando da nomenclatura aqui, não da filosofia".

Ele observou que o comportamento e as escolhas alimentares desempenham um papel na obesidade. "Trinta anos atrás, não tínhamos os problemas da obesidade que temos agora. Se você olhar cientificamente o que mudou, verá que a nossa dieta mudou. Porém não houve nenhuma mudança em nossa estrutura genética nos últimos 30 anos."

Dr. Kridel disse que gostaria de ver mais atenção focada na prevenção e responsabilidade pessoal. O CSPH divulgou um relatório de 14 páginas opondo-se à classificação da obesidade como uma doença.

"Não acho que a prova chegou ao nível em que a obesidade poderia ser reconhecida como o uma doença distinta. Obesidade é uma condição muito séria. É um flagelo na nossa nação. É uma epidemia. É um fator de risco significativo para muitas outras doenças ", disse Robert Gilchick, MD, falando em nome da CSPH. "Mas isso não caracteriza a obesidade como uma doença distinta."

Ele explicou que, por causa do índice de massa corporal - uma medida imperfeita - usada para determinar a obesidade, muitas pessoas saudáveis estão sendo diagnosticadas como obesos.

"Por que um terço dos americanos são diagnosticados como tendo a doença, se eles não são necessariamente doentes?" , pergunta.

De acordo com o Centro para Controle e Prevenção de Doenças, 35,7% dos americanos são obesos. Condições relacionadas à obesidade, como doenças cardíacas, derrame, diabetes tipo 2 e certos tipos de câncer, são algumas das principais causas de morte evitável.

Em outras ações da AMA, uma moção que apoia a proibição da comercialização e venda de bebidas energéticas para qualquer jovem abaixo de 18 anos foi aprovada.


Fonte: Adaptado e Traduzido de Medscape Medical News - American Medical Association (AMA) 2013 Annual Meeting - 19/06/2013.
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
Exame de Obtenção de Título de Especialista em Medicina Preventiva e Social e Certificado de Área de Atuação em Administração em Saúde 2020
Webinar - A Arquitetura e Engenharia Hospitalar contribuindo para o Controle da Infecção Hospitalar
2020 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Curso da APM ajuda na sustentabilidade de empreendimentos médicos
Liderança 4.0
Novo : Desafios da Lei Geral de Proteção de Dados para a Área da Saúde
Mais Recentes
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Grupo de Indicadores de Enfermagem

apmsompas