TRANSLATE:
header_logo
Login
GESTÃO DE PESSOAS
Como a felicidade pode tornar qualquer empresa mais forte
20 de março de 2013 - é um dia especial. É o primeiro Dia Internacional da Felicidade, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, porque a busca da felicidade é uma necessidade humana fundamental. Mas o que é a felicidade, afinal? E o que isso significa para as empresas?
Colocar as pessoas em primeiro lugar

O status de um país geralmente é avaliado pelo seu Produto Interno Bruto: o valor total de todos os bens e serviços produzidos em um determinado período. Não no Butão, onde o rei Wangchuk em 1972 desenvolveu uma nova medida: Felicidade Nacional Bruta. Com base em 33 indicadores, o "volume de negócios" do país é medido por fatores que incluem saúde, estado psicológico, cultura, educação bem-estar, governo, comunidade, ecologia, padrão de vida e do uso do tempo. No Butão olham além do cheque de pagamento; as pessoas vêm em primeiro lugar.

Apesar destas iniciativas nobres, há também críticas: muitas medidas são subjetivas e medidas negativas (como crime) não são deduzidos. Mas, ainda assim, podemos aprender muito com o Butão.


Saúde mental

Ao longo dos anos o Butão se tornou uma inspiração. Em 2012, o Instituto da Terra publicou - a pedido da Organização das Nações Unidas - o Relatório Mundial Felicidade nova aba. Algumas conclusões notáveis ?? Em que:

- Países "ricos" são mais felizes do que os países "pobres". Isso não significa a importância do dinheiro, porque a força da rede de segurança social, o grau de liberdade pessoal e à ausência de corrupção têm um impacto maior sobre a felicidade;

- A segurança no trabalho e boas relações de trabalho são mais importantes do que salário e jornada de trabalho;

- Em cada país, o fator mais importante é: a saúde mental da população.

Como os empresários podem usar este conhecimento?


imagem
Ilustração: Ivo van Leeuwen



Uma nova cultura

Ricardo Semler é o CEO de uma empresa brasileira chamada SEMCO. Ele é um homem desprovido de estruturas autoritárias. Isto é provado pelo fato de que em seu primeiro dia como CEO ele dispensou até 60% de sua equipe executiva. Várias vezes Semler era "empresário brasileiro do ano", proclamado por causa de seu estilo de gestão pouco ortodoxa. SEMCO é caracterizada por uma cultura aberta, com muito espaço para iniciativas pessoais: não existem horários fixos de trabalho, não há código de vestuário e há um número mínimo de procedimentos. A empresa é composta por células independentes onde cada funcionário tem acesso e participa dos negócios , mesmo em nível financeiro. Os funcionários têm liberdade real, há uma genuína confiança. E vale a pena, porque anualmente SEMCO cresce 25% em média!


Diversão

Na verdade, a mensagem é simples: quanto mais felizes os funcionários são, o melhor irão realizar. Garantir que as pessoas estão realmente envolvidas na organização e desfrutar de seu trabalho, que é o ponto. Ou, como Semler mesmo diz: "Se nós não deixarmos que as pessoas façam as coisas do jeito que elas querem, nunca vamos saber o que elas são realmente capazes de fazer e elas vão apenas seguir nossas regras."

Fonte: traduzido de improve4all - blog de Jacqueline van Rijswijk nova aba
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
O impacto da pandemia no futuro dos espaços em saúde
Exame de Obtenção de Título de Especialista em Medicina Preventiva e Social e Certificado de Área de Atuação em Administração em Saúde 2020
Webinar - A Arquitetura e Engenharia Hospitalar contribuindo para o Controle da Infecção Hospitalar
2020 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Curso da APM ajuda na sustentabilidade de empreendimentos médicos
Liderança 4.0
Mais Recentes
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Grupo de Indicadores de Enfermagem

apmsompas