TRANSLATE:
header_logo
Login
ÚLTIMOS ARTIGOS
BRASIL IDOSO E O MERCADO DE TRABALHO
Idosos destacam-se no mercado de trabalho
Sabedoria, experiência, conhecimento e paciência são algumas das principais qualidades que podem ser encontradas nos profissionais seniores. Neste contexto, um dado interessante é que no mês em que se comemora o Dia dos Avós (26/07), esse grupo tem motivo para celebrar: Mais do que nunca estão ativos no mercado de trabalho. A tendência no universo dos negócios acontece por conta do envelhecimento progressivo da população mundial que passará de 606 milhões para cerca de 2 bilhões até 2050.
Ainda segundo informações divulgadas pelo Relatório Mundial de Saúde e Envelhecimento da Organização Mundial da Saúde (OMS), este aumento será marcante em países emergentes nos quais a população idosa quase quadruplicará ao atingir o número de 1,6 bilhões de pessoas. No Brasil, a estimativa é um alcance de 65 milhões de idosos.
De acordo com Astrid Vieira, consultora e diretora da Leaders – HR Consultants,os profissionais mais maduros estão no mercado para complementar a renda familiar, cumprir com as despesas médicas e pelo desejo de continuarem ativos. A especialista afirma que este público se faz presente principalmente nas seguintes áreas: Serviços, Administração Pública, Indústria e Comércio.
Diante deste cenário, um dos grandes receios entre as empresas é o de que o sênior não tenha o vigor necessário para desempenhar funções laborais intensas. Porém, hoje é evidente que as dificuldades e demandas são as mesmas dos profissionais jovens. Outro contraponto ao pensamento instalado nas corporações em relação aos idosos, é o de que eles são capazes de transmitir os conhecimentos adquiridos ao longo da construção de suas carreiras, o que possibilita a continuidade dos negócios.
Dados de mercado
Segundo a Relação Anual de Informações Sociais (Rais) divulgada pelo Ministério do Trabalho, o número de pessoas entre 50 e 64 anos no mercado formal de trabalho cresceu cerca de 30% entre 2010 e 2015 – Período em que as carteiras assinadas passaram de 5,8 milhões para 7,6 milhões.
O grupo de trabalhadores com idades acima de 65 anos também aumentou. Em 2010 era um total de 361,3 mil e já em 2015 foi para 574,1 mil. Ou seja, um crescimento de 58,8%.
Fonte:- Redação P&N
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
O impacto da pandemia no futuro dos espaços em saúde
Exame de Obtenção de Título de Especialista em Medicina Preventiva e Social e Certificado de Área de Atuação em Administração em Saúde 2020
Webinar - A Arquitetura e Engenharia Hospitalar contribuindo para o Controle da Infecção Hospitalar
2020 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Curso da APM ajuda na sustentabilidade de empreendimentos médicos
Liderança 4.0
Mais Recentes
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Grupo de Indicadores de Enfermagem

apmsompas