TRANSLATE:
header_logo
Login
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
19/12/16 - Sucesso na primeira edição do voluntariado corporativo da APM
Despertar o agente transformador nos colaboradores da apm e apresentar a atuação da entidade nas diversas organizações beneficentes foram os objetivos da ação
Motivação particular para fazer a diferença e envolvimento com a causa são propósitos elementares para aqueles que desejam realizar uma atividade voluntária. E foi com o objetivo de despertar esses valores em seus colaboradores que a Associação Paulista de Medicina promoveu nos dias 22, 23 e 27 de novembro sua primeira ação de voluntariado corporativo. Divididos em grupos, mais de 50 funcionários da entidade participaram da programação, composta por visitas a seis instituições.

imagem


"Fiquei muito contente com essa primeira ação. Acredito que já foi um grande avanço”, destaca a diretora de Responsabilidade Social da APM, Evangelina de Araujo Vormittag, que ressalta que a atividade continuará no próximo ano, com alguns aprimoramentos.

As ações foram realizadas no Hemocentro da Santa Casa de São Paulo, com a doação de sangue e/ou de medula óssea; na Apae, Casa Ninho e Movimento Comunitário Jardim São Joaquim, com recreações para crianças e adolescentes; no Abrigo dos Velhinhos Frederico Ozanam; e no Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo, com a Cãominhada.

De acordo com Evangelina, as atividades conseguiram despertar o sentimento de satisfação e pertencimento em relação à APM e possibilitaram a integração entre colaboradores de diferentes áreas da entidade. "O fato também de mostrar as necessidades dessas instituições muda conceitos e valores de quem é voluntário. Quando convivemos, olhamos o outro, passamos a nos sentir diferentes, ter empatia e mudamos a forma de ver aquela realidade”, complementa.

A questão do relacionamento institucional, outro ponto levantado pela diretora da APM, enfoca ao público externo a importância da atuação da Associação no conjunto da sociedade. Nesse sentido, a coordenadora da equipe de captação de doadores de sangue do Hemocentro da Santa Casa, Lilian Schwed Razaboni, agradeceu a iniciativa. "Realmente estamos em um déficit muito grande de bolsas [de sangue]. Para se ter ideia, o tipo O+, que deveria ter no mínimo 400 bolsas no estoque, só tinha 30 em 21 de novembro. Então, todo tipo de campanha e grupos que vêm são muito bem-vindos.”

Atividades desenvolvidas

Para a supervisora de voluntariado da Apae de São Paulo, Rose Magalhães da Fonte, a ação aproxima os voluntários em relação à atividade desempenhada pela instituição. "Temos o objetivo de sensibilizar as pessoas sobre a deficiência intelectual. Infelizmente, percebemos que é um tipo de questão não muito compreendida pela sociedade. E quanto menos compreensão, menos apoio em geral. Quando representantes da APM quiseram conhecer mais de perto o nosso trabalho, nos deu uma grande satisfação”, afirma.

"É fundamental essa interação com as mães e com as crianças, porque a vida deles é esta casa de apoio e o hospital. Ou seja, toda proposta diferente, que distrai a mente, é bacana. Há inclusive uma integração social entre as próprias mães, porque elas vêm de necessidades e culturas diferentes”, ressalta a auxiliar administrativo da Casa Ninho Andrea Pinho Bicalho. A entidade fornece moradia gratuita a mães e crianças carentes de todos os estados brasileiros, com quatro refeições diárias, durante o período de tratamento do câncer infantil em São Paulo.

A gerente de serviço do Movimento Comunitário Jardim São Joaquim, Rosaria Azevedo, também destaca que a casa está sempre à disposição para o voluntariado. "Por ser uma organização sem fins lucrativos, é muito difícil mantermos alguns projetos. Por isso, é sempre bem-vinda essa iniciativa, ainda mais quando traz atividades lúdicas e criativas para o nosso público.” A ONG atende crianças, adolescentes e idosos, com a promoção de atividades socioeducativas apropriadas para os três tipos de perfis.

"O trabalho que trouxeram aqui ajudou a resgatar a recreação, o estar junto e o querer chegar em algum resultado”, agradeceu a auxiliar administrativo do Abrigo dos Velhinhos Frederico Ozanam, Maria Auricelia Lima Cavalcante.


Publicado na Revista da APM - edição 684 - dezembro 2016
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
O impacto da pandemia no futuro dos espaços em saúde
Exame de Obtenção de Título de Especialista em Medicina Preventiva e Social e Certificado de Área de Atuação em Administração em Saúde 2020
Webinar - A Arquitetura e Engenharia Hospitalar contribuindo para o Controle da Infecção Hospitalar
2020 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Curso da APM ajuda na sustentabilidade de empreendimentos médicos
Liderança 4.0
Mais Recentes
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Grupo de Indicadores de Enfermagem

apmsompas