TRANSLATE:
header_logo
Login
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
25/05/16 - 9 números para comparar a saúde do Brasil ao resto do mundo
A OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgou, neste último 18/05, o World Health Statistics 2016, última edição de seu estudo global de 37 índices de medição e comparação do setor de saúde em 195 países.
Enquanto o Conselho Federal de Medicina divulgou ontem (18) estudo que atesta o fechamento de 24 mil leitos de internação no SUS, o novo ministro da Saúde — cujo principal doador de campanha é um empresário do ramo — faz declarações no sentido de reduzir o tamanho do sistema no Brasil. Sem mencionar a epidemia de zika, que causou explosão nas ocorrência de bebês com microcefalia entre o ano passado e este.

O que se conclui de tal cenário é que a situação da Saúde no Brasil é alarmante. Sim, mas podia ser pior.


A OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgou, nesta quinta-feira (18), o World Health Statistics 2016, última edição de seu estudo global de 37 índices de medição e comparação do setor de saúde em 195 países. Por mais crítica que esteja, a estrutura brasileira dá show comparada a essa gama de países.

No estudo, há dados desde expectativa de vida ao nascer até taxas de homicídio nas nações, passando por quantidade de fumantes acima dos 15 anos e densidade de médicos qualificados por área. Entre as categorias encontra-se inclusive algumas esdrúxulas, como a marcante "Proporção de mulheres casadas ou em união em idade reprodutiva que têm a sua necessidade de planejamento familiar satisfeito com métodos modernos entre 2005-2015".

O sistema de saúde brasileiro está no patamar médio. Na maior parte dos indicadores, o Brasil pontua quase que exatamente na metade da tabela. Considerando que trata-se da 9ª maior economia do mundo — recentemente rebaixada do 7º posto por conta da crise econômica —, o resultado é bastante modesto.

Nossos destaques, por assim dizer, ficaram para "Dependência de energia limpa e renovável", com o 4º lugar, e "Taxa de mortalidade por homicídio", 12º no mundo.

Veja abaixo alguns números do Brasil e onde ele se situa no ranking. Foram usados nos gráficos os três primeiros de cada categoria, os três últimos, além do 20º, 45º, 90º e120º, com objetivo de distribuir melhor os dados em cada região do ranking.

Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
O impacto da pandemia no futuro dos espaços em saúde
Exame de Obtenção de Título de Especialista em Medicina Preventiva e Social e Certificado de Área de Atuação em Administração em Saúde 2020
Webinar - A Arquitetura e Engenharia Hospitalar contribuindo para o Controle da Infecção Hospitalar
2020 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Curso da APM ajuda na sustentabilidade de empreendimentos médicos
Liderança 4.0
Mais Recentes
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Grupo de Indicadores de Enfermagem

apmsompas