TRANSLATE:
header_logo
Login
GESTÃO DE PESSOAS
Excesso de horas no trabalho não gera riqueza - gera stress - afirma professor da EBAPE-FGV
O professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (FGV/EBAPE), Hermano Roberto Thiry-Cherques, comentou recentemente os dados de uma pesquisa publicada pelo International Stress Management Association (ISMA), que aponta o Brasil como um dos países onde mais se trabalha no mundo.
O professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (FGV/EBAPE), Hermano Roberto Thiry-Cherques, comentou recentemente os dados de uma pesquisa publicada pelo International Stress Management Association (ISMA), que aponta o Brasil como um dos países onde mais se trabalha no mundo – com média semanal de 54 horas contra a média mundial de 41 horas de trabalho. Além disso, o Brasil apresenta o maior índice de estresse no trabalho.

Segundo Hermano, esses dados podem ser comprovados pelo crescente número de pessoas que sofrem de doenças causadas pelo estresse no país – o que, para ele, explica a redução do rendimento de profissionais em suas atividades. “Mais horas trabalhadas não significa maior produtividade. Essa é uma das dificuldades que o Brasil precisa superar de forma urgente, pois está gerando um prejuízo enorme para o país. Não gera riqueza alguma, como pensam algumas pessoas”.

O professor, que atua na área da produtividade do trabalho, ainda lista os sintomas causados pelo estresse: incapacidade de concentração, dificuldade para tomar decisões simples, lapsos de memória, queda na capacidade criativa, mudança de humor, dores musculares, problemas cardíacos, entre outros, além de depressão em estágios mais avançados.

Hermano ressalta, por fim, que a discussão no âmbito do Congresso hoje é se a jornada de trabalho dos brasileiros deve ser diminuída de 44 para 40 horas. “Isso sem contar o tempo e as dificuldades de deslocamento da casa para o local de trabalho”.

Para mais informações sobre o International Stress Management Association, clique aqui nova aba.


Fonte EBAPE-FGV
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
2019 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
CQH: Hospital Regional de Presidente Prudente recebe selo
Em 25/10/2018, o Hospital Policlin de Taubaté recebeu selo do Programa CQH
Santa Casa de Limeira recebe Selo de Conformidade do Programa CQH
CQH 2019 - XX CONGRESSO BRASILEIRO DE QUALIDADE EM SERVIÇOS DE SAÚDE e III CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA PREVENTIVA E DE ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE
Haino Burmester é homenageado por trabalho à frente do CQH
Mais Recentes
LIDERANÇA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO 12/09/19
PÓS PAGAMENTO EM PLANOS DE SAÚDE 06/09/19
INTELIGENCIA ARTIFICIAL NO PACS OTIMIZA LAUDO RADIOLÓGICO 04/09/19
COPARTICIPAÇÃO 03/09/19
CARREIRA PROFISSIONAL INTERNACIONAL 30/08/19
BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO 29/08/19
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança