TRANSLATE:
header_logo
Login
INFORMAÇÃO, CONHECIMENTO E TECNOLOGIAS
Aprenda a planejar TI com base em cenários futuros
Departamentos de TI que acrescentam valor ao negócio estabelecem suas metas com base no longo prazo
Boa parte do planejamento em TI é feita com base no estudo dos sistemas que a empresa tem agora, e em melhorias incrementais nos mesmos. Sob esse aspecto, os planos para o futuro nada mais são do que uma extrapolação do passado.

Os melhores departamentos de TI – aqueles que se destacam por acrescentar valor ao negócio – seguem outro caminho. Eles começam olhando para frente, com o intuito descobrir quais as tecnologias que poderão acrescentar mais valor à companhia, independentemente do parque instalado atual.

Ninguém pode prever que tecnologias ou fornecedores serão os grandes vitoriosos. Mas, se você esperar que uma tecnologia seja testada e aprovada antes de usá-la, seus concorrentes já o terão feito e tirado vantagem delas quando você decidir agir.

Para que a TI possa oferecer valor futuro, o CIO precisa tornar-se um líder na adoção e no uso de novas tecnologias.


Use sua imaginação

Para inserir criar uma equipe vencedora, o líder da área de TI precisa começar mudando seu conceito de planejamento. Ele deve concentrar o foco em tecnologias e aplicações capazes de colocar a empresa na rota do crescimento, do desempenho e do aumento de valor.

Em vez de captar “tendências” para o futuro, o melhor é desenvolver cenários sobre como os melhores e mais eficazes departamentos de TI do mercado serão em 2015. Esse ambiente futuro é que deve guiar o planejamento e os investimentos.

O planejamento ativo de cenários pode ajudar o CIO a sair da posição de técnico para se tornar um verdadeiro líder na organização, colaborando com o valor do negócio. Isso exige, no entanto, que ele considere as seguintes perguntas: Qual o orçamento atual para os ERP? Quanto dinheiro será destinado à compra de PCs e servidores? E qual a fatia para o desenvolvimento web?

Olhando para frente, dá para notar que o mercado se move rapidamente para a computação em nuvem e para o uso abrangente de aparelhos móveis, como smartphones e tablets. O CIO deve usar informação de mercado para vislumbrar como essas tecnologias o levarão a uma posição de liderança, em vez de apoiar-se em decisões antigas para conduzir seus planos.


Fonte: CIO - por Adam Hartung, membro da diretoria da Lake Forest Graduate School of Management
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
2019 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
CQH: Hospital Regional de Presidente Prudente recebe selo
Em 25/10/2018, o Hospital Policlin de Taubaté recebeu selo do Programa CQH
Santa Casa de Limeira recebe Selo de Conformidade do Programa CQH
CQH 2019 - XX CONGRESSO BRASILEIRO DE QUALIDADE EM SERVIÇOS DE SAÚDE e III CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA PREVENTIVA E DE ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE
Haino Burmester é homenageado por trabalho à frente do CQH
Mais Recentes
LIDERANÇA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO 12/09/19
PÓS PAGAMENTO EM PLANOS DE SAÚDE 06/09/19
INTELIGENCIA ARTIFICIAL NO PACS OTIMIZA LAUDO RADIOLÓGICO 04/09/19
COPARTICIPAÇÃO 03/09/19
CARREIRA PROFISSIONAL INTERNACIONAL 30/08/19
BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO 29/08/19
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança