TRANSLATE:
header_logo
Login
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
10/10/12 - SP lança rede de atendimento à vítima de violência doméstica e sexual
Expansão do modelo pioneiro implantado no hospital estadual Pérola Byington, rede funcionará em seis centros, oferecendo assistência integrada com médicos, psicólogos e assistentes sociais
A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo lançou no dia 8 de outubro, a Rede de Atenção à Mulher Vítima de Violência Doméstica e Sexual no Estado de São Paulo. A iniciativa expande o modelo pioneiro e bem-sucedido do programa “Bem-me-quer”, implantado no hospital estadual Pérola Byington na capital paulista, e oferecerá assistência integrada às mulheres que sofrerem violência doméstica ou abusos sexuais. Além do Pérola e do Caism da Unicamp, em Campinas, a nova rede contará com mais quatro centros de referência: Hospital Guilherme Álvaro (Santos), Hospital Geral de Guarulhos, Hospital de Base de São José do Rio Preto e Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Para isso, cada unidade receberá um aporte inicial de R$ 100 mil da Secretaria para a qualificação dos serviços, a serem utilizados em reformas e adequações do espaço de atendimento. O Hospital Pérola Byington ainda receberá investimento extra para ampliação de recursos humanos no atendimento à violência contra mulher, por meio da contratação de mais oito obstetras, sete pediatras e seis psicólogos, além de reforço no quadro de enfermagem.

Os serviços irão funcionar 24 horas, todos os dias da semana. A previsão é que os novos centros passem a atender de forma integrada já no início de 2013. Além de assistência psicológica e social, as pacientes receberão, nesses centros de referência, apoio à prevenção da gravidez decorrente da violência sexual, incluindo a realização dos abortos previstos em lei, tratamento para traumatismos genitais, contracepção de emergência e medicamentos para evitar infecções por HIV, Doenças Sexualmente Transmissíveis e hepatites. Todos os atendimentos serão realizados no mesmo centro, de forma integrada. Essas unidades, que nortearão diretrizes de novas políticas públicas de atendimento às vitimas de violência doméstica e sexual, também servirão de apoio aos serviços que realizam atendimento obstétrico no estado de São Paulo. Além da nova rede de atendimento, a pasta irá articular, junto ao Ministério Público e à Secretaria de Segurança Pública, a possibilidade de implantar nos próprios centros, a realização de exames de natureza legal, que possam ser utilizados como prova nos processos de defesa das mulheres.

Uma nota técnica da Secretaria, em fase de elaboração, dará diretrizes para que todos os serviços públicos ginecológicos e obstétricos do Estado de São Paulo realizem atendimento humanizado às mulheres vítimas de violência doméstica e sexual, acolhendo essas pacientes sob o ponto de vista de saúde pública.

Os serviços de saúde, de maneira geral, apresentam dificuldades para reconhecer e trabalhar o problema da violência contra mulher. Por isso, a Secretaria decidiu implantar essa nova rede de serviço, a fim de oferecer às vitimas o apoio social, psicológico e de saúde necessários de forma efetiva e eficaz Dados da Secretaria de Estado da Saúde apontam que, só em 2010, os serviços de saúde do Estado notificaram cerca de 15,2 mil casos de atendimentos de mulheres vítima de violência. Os dados incluem até casos de violência psicológica (agressões verbais, por exemplo). Entre 2000 e 2011 o Pérola Byington atendeu 25,1 mil casos novos de violência sexual.
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
2019 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
CQH: Hospital Regional de Presidente Prudente recebe selo
Em 25/10/2018, o Hospital Policlin de Taubaté recebeu selo do Programa CQH
Santa Casa de Limeira recebe Selo de Conformidade do Programa CQH
Haino Burmester é homenageado por trabalho à frente do CQH
Hospital Netto Campello recebe selo do CQH
Mais Recentes
HAPVIDA COMPRA MEDICAL 04/12/19
Hospital da FAB obtém selo de qualidade pela oitava vez 28/11/19
Hospitais podem aumentar lucro e disponibilidade com gestão de ativos 28/11/19
LANÇAMENTO 08/11/19
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança