TRANSLATE:
Login
ARTIGOS :: ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE
BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE PESSOAS
Como a tecnologia pode ajudar o RH a recuperar um ambiente de trabalho?
Quem nunca passou por estresse no trabalho, desanimo ou situações adversas e complicadas, que atire a primeira pedra. Infelizmente muitas empresas enfrentam problemas diários com as pessoas que trabalham na organização e têm dificuldades de manter um ambiente de trabalho saudável e de alto desempenho. Esse é um dos maiores desafios que o setor de Gestão de Pessoas (GP) enfrenta em seu dia a dia – recuperar um ambiente de trabalho deteriorado e cheio de problemas. Por isso, assim como em outros setores, o GP deve incorporar o auxílio da tecnologia em sua rotina para aperfeiçoar os processos e desenvolver ações realmente assertivas e rápidas, que tragam resultados positivos para a empresa como um todo.

Um sistema de gestão de pessoas vai auxiliar durante esse processo de desenvolvimento das pessoas – além de ajudar desde o recrutamento de candidatos para uma seleção. O software certo vai fazer com que os processos relacionados à Gestão de Pessoas sejam de forma automatizada, integrada e baseadas em informações concretas que ajudarão a tomar as decisões corretas. Não é somente automatizar o GP, mas também obter resultados cada vez melhores a partir da análise de dados.

APOSTE NO QUE A TECNOLOGIA TEM A OFERECER
Em caso de melhorar o ambiente de trabalho, ter uma ferramenta que ajude a traçar o perfil comportamental das pessoas que trabalham na organização é fundamental. Um exemplo de software que auxilia nesse sentido é o Profiler, que ajuda a decifrar os comportamentos que as pessoas têm sob estímulos, de acordo com suas características. Essas atitudes são vinculadas aos valores pessoais e influências do meio e relatam de forma única e diferente o comportamento de cada um.

A partir de um rápido teste, o RH tem informações das pessoas que trabalham na organização e sabe qual é sua melhor área de atuação, influência no ambiente de trabalho, forma de tomada de decisão, perfil predominante, adequação atual à função exercida, forma de atuação, entre tantas outras. Assim, podem-se tomar decisões assertivas, como mudar funções e atributos das pessoas, indicar à liderança o melhor trato com determinado funcionário, entre outras ações que aumentam a satisfação da equipe, explorando o maior potencial de cada indivíduo. Portanto, faça-se do uso da tecnologia, uma aliada.

Por Mônica Hauck, para Redação P&N
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
2018 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Hospital Netto Campello recebe selo do CQH
Manual de Indicadores de Gestão de Pessoas - 2017
2017 - Concurso para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
RAS On-line
Gestão Hospitalar - O Papel do Médico Gestor
Mais Recentes
BOAS PRÁTICAS GERENCIAIS 20/05/19
VOCÊ SABE SER "CHEFE" 20/05/19
QUEM PAGA A CONTA DA SAÚDE? 17/05/19
BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE PESSOAS 13/05/19
MAIS VOVÔS QUE NETINHOS 10/05/19
COMUNICAÇÃO 09/05/19
Assembleia dos Hospitais Participantes do CQH - 07/06/2019 07/05/19
GESTÃO DA QUALIDADE EM SAÚDE 25/04/19
Em 25/10/2018, o Hospital Policlin de Taubaté recebeu selo do Programa CQH 23/04/19
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
9Manual de Gestão Hospitalar do CQH
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança
Videoaulas
Indicador de homem hora treinamento
Avaliação da Necessidade de Treinamento