TRANSLATE:
Login
ÚLTIMOS ARTIGOS
COMO ACELERAR A FORMAÇÃO DA LIDERANÇA?
O que as grandes empresas estão fazendo
Por conta de a globalização ter alcançado um estágio de complexidade e intensidade, hoje as empresas que atuam em multimercados tem a necessidade de formar líderes em velocidades assombrosas. Mas, não basta desenvolver líderes efetivos que levem a cabo as realizações almejadas pela corporação. É preciso também que esses profissionais sejam peças fundamentais na expressão da identidade organizacional.

Neste cenário, as tecnologias com base na neurolinguística combinadas com diferentes metodologias ganham espaço porque permitem acelerar a formação de líderes e consolidar na companhia uma identidade interna mais favorável à atuação desse novo líder globalizado. Na esteira deste movimento, consultorias de Recursos Humanos ao redor do mundo estão em busca de referências que sejam efetivas em um ambiente de organização internacional.

Após a realização de um projeto piloto com resultados promissores, uma grande fabricante norte-americana de eletrodomésticos recentemente construiu um programa de formação de líderes nos moldes da neurolinguística. A ideia era treinar 200 executivos sêniores vindos de 20 países já selecionados da empresa como pessoas de alto potencial. A expectativa era que futuramente esses profissionais, com o máximo de suas competências desenvolvidas assumissem desafios ainda maiores.

O primeiro passo sempre são as avaliações. Inicialmente, algumas competências chamam a atenção. Os treinandos têm que ser bem avaliados em relação à confiança com que atuam, à paixão com que exercem o trabalho e pelo gosto de sempre aprender. Sem dúvida, um ótimo ponto de partida, especialmente considerando que os resultados eram mais ou menos uniformes em todas as regiões do mundo. Mas, o que interessava mesmo eram as competências com as piores avaliações, pois são essas que deveriam ser trabalhadas.

As maiores dificuldades estão em dar feedbacks honestos e diretos, estabelecer uma visão clara para o time e delegar, basicamente os mesmos problemas que comumente se encontram no Brasil – e provavelmente em todo mundo. A questão da dificuldade de dar feedback foi particularmente surpreendente porque apareceu com maior prevalência nos Estados Unidos, país que cultiva a imagem de ter uma cultura de comunicação sem delongas. Aparentemente, a realidade não é bem essa.

Nos cinco dias que se seguiram ao diagnóstico, os participantes foram submetidos a uma intensa rotina que simula a realidade corporativa com o objetivo não só de pô-los a prova, mas de mudar modelos mentais particularmente no que se referem às crenças limitantes. Nesse processo, simularam a criação de empresas, criaram jingles, fizeram exercícios e meditaram. As atividades foram feitas em grupo, reforçando laços entre eles e a capacidade de atuar em conjunto, com coaching e feedback para se aprimorarem.
Os resultados permitiram fazer duas novas rodadas de treinamento com o grupo. Na primeira turma, 41% dos participantes foram promovidos ou qualificados para um avanço próximo na carreira. Nada menos que 75% do total apresentaram evolução no programa interno de liderança e o retorno das equipes lideradas por essas pessoas foi extremamente positivo. É dessa forma que se acelera a formação de líderança para organizações que não podem parar de evoluir.
Fonte:- Arthur Diniz, CEO da Crescimentum, para Redação P&N
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
ASSEMBLEIA DOS HOSPITAIS PARTICIPANTES DO CQH - 07/12/18
2018 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
Hospital Netto Campello recebe selo do CQH
Manual de Indicadores de Gestão de Pessoas - 2017
2017 - Concurso para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
RAS On-line
Mais Recentes
14a Sessão Pôster do CQH´2018 - Aprovados 12/11/18
ASSEMBLEIA DOS HOSPITAIS PARTICIPANTES DO CQH - 07/12/18 12/11/18
A NATUREZA DA FIRMA NA SOCIEDADE PÓS-DIGITAL 09/11/18
SEM MEDO DE ERRAR 05/11/18
TRANSFORMAÇÃO DIGITAL 01/11/18
BOAS PRÁTICAS GERENCIAIS 31/10/18
AUTOMAÇÃO DO ATENDIMENTO 30/10/18
INTERNET DAS COISAS NA SAÚDE 29/10/18
COMO DEFINIR OS CANAIS DE COMUNICAÇÃO EM SUA ORGANIZAÇÃO 26/10/18
COMO ENGAJAR PESSOAS 25/10/18
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
9Manual de Gestão Hospitalar do CQH
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança
Videoaulas
Indicador de homem hora treinamento
Avaliação da Necessidade de Treinamento