TRANSLATE:
header_logo
Login
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
22/11/17 - As 50 empresas mais inovadoras no relacionamento com seus clientes, no Brasil
Estudo realizado exclusivamente para a Consumidor Moderno destaca as empresas mais inovadoras do Brasil. Confira o ranking
O tempo colocou no imaginário e na memória dos indivíduos uma ideia bastante sonhadora a respeito do que é inovação. Afinal, quando o termo vem à tona, logo pensamos em gênios como Thomas Edison, Steve Jobs ou até mesmo Ludwig van Beethoven. É inquestionável que esses nomes ficarão marcados para sempre na história como agentes de mudança. Porém, a inovação real vai muito além de grandes ideias e invenções.

De acordo com um estudo realizado pela Numbr – empresa especializada em Data Science – tendo como base um desk research feito a partir de ferramentas de big data nos mecanismos de busca, foram registradas 1.900 procuras no intervalo de um ano pela resposta à pergunta “O que é inovação?”. O número mostra o grau de dispersão no entendimento do conceito. De acordo com Paulo Rogério Ferezin, sócio-diretor de varejo e bens de consumo da KPMG, esse é um tema que precisa ser mais bem entendido pelas empresas. “Inovação é tudo o que você inventa e que gera valor econômico. Essa é a grande diferença entre inovação e invenção”, diz ele.

Dessa forma, muitas inovações podem ser comparadas ao Bolero de Ravel: é possível que sigam um ritmo crescente e intenso, mas sempre em torno de um único movimento, acrescentando instrumentos e camadas para atingir um marcante ápice depois de algum tempo. Contudo, podem também ser semelhantes à Sinfonia nº 9 em Ré Menor, de Beethoven – que cometeu a ousadia de inserir um coral – no movimento final da sinfonia, o “Ode à Alegria”, poema de Schiller.
Tipos de inovação

Em termos menos artísticos, o ritmo do Bolero de Ravel se assemelha à ideia de inovação incremental. O conceito, elaborado por Clayton Christensen, professor da conceituada Harvard Business School e que fundamenta o estudo da DOM Strategy Partners, define uma inovação geradora de vantagens competitivas de curto e médio prazos. Elas possuem prazo de validade: de acordo com sua complexidade e com a capacidade dos concorrentes de desenvolver inovações similares ou cópias, podem ficar obsoletas.

A Sinfonia nº 9 em Ré Menor, por sua vez, trouxe à música algo que apenas uma inovação de ruptura saberia fazer. Ao contrário do que acontece com outros tipos de inovação, esse conceito define um investimento em inovações que desvirtuam modelos convencionais e modos de fazer estabelecidos, que reverberam mudanças significativas, sistêmicas e complexas na ordem da competitividade de um determinado setor ou até mesmo de alguns setores.

Por fim, há também a ideia de inovação de adequação. Esse modelo consiste em iniciativas focadas em manter empresas e produtos alinhados a padrões, benchmarks e melhores práticas em um determinado segmento. De uma maneira geral, as empresas e os gestores que realizam uma inovação de adequação estão apenas seguindo o caminho dos competidores. “A inovação é um ativo de valor essencial para a estratégia de qualquer organização, pois ela representa a fonte principal de diferenciação para a sua sobrevivência tanto no curto quanto no longo prazo”, diz Daniel Domeneghetti, CEO da DOM Strategy Partners, empresa responsável pela pesquisa.
DNA inovador

A inovação é um tema amplamente discutido no ambiente de negócios, principalmente com relação a cultura e formas práticas para, de fato, alcançar a disrupção. Nesse sentido, a DOM Strategy Partners produziu o estudo estudo “As Empresas mais Inovadoras no Relacionamento com o Cliente”. Feito com exclusividade para a Consumidor Moderno, o levantamento se aprofundou em cada uma das empresas presentes no ranking com o intuito de revelar como a inovação percorre a forma como elas se relacionam com os consumidores.

Confira o ranking completo:

1- Apple
2- Nespresso
3- Netflix
4- O Boticário
5- Itaú Unibanco
6- Starbucks
7- Google
8- Chilli Beans
9- Magazine Luiza
10- Mercado Livre
11- Uber
12- XP Investimentos
13- Hospital Israelita Albert Einstein
14- Santander
15- Bradesco
16- Youse
17- Porto Seguro
18- 99
19- Reserva
20- Caixa
21- Ipiranga
22- Banco do Brasil
23- Claro
24- Multiplus
25- Whirpool
26- Riachuelo
27- Open English
28- Smart Fit
29- The Beauty Box
30- Ultrafarma
31- Nubank
32- Carmen Steffens
33- Wine.com.br
34- dr. consulta
36- Natura
37- Schutz
38- RaiaDrogasil
39- Nestlé
40- P&G
41- Facebook
42- Academia Bio Ritmo
43- Trivago
44- Estante Virtual
45- Avianca
46- Banco Original
47- Beauty’in
48- Netshoes
49- Vaniday
50- CVC


Fonte: Consumidor Moderno
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
2019 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
CQH: Hospital Regional de Presidente Prudente recebe selo
Em 25/10/2018, o Hospital Policlin de Taubaté recebeu selo do Programa CQH
Santa Casa de Limeira recebe Selo de Conformidade do Programa CQH
Haino Burmester é homenageado por trabalho à frente do CQH
Hospital Netto Campello recebe selo do CQH
Mais Recentes
EUROFARMA E KNIGHT THERAPEUTICS DISPUTAM A BIOTOSCANA 21/10/19
PRÉ LANÇAMENTO “GESTÃO DE PESSOAS EM SAÚDE”: 11/10/19
FLEURY COMPRA DIAGMAX 08/10/19
AUTOGESTÃO 07/10/19
Apresentações 30/09/19
Apresentações 30/09/19
PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS 27/09/19
SÍNDROME DE BURNOUT 23/09/19
LIDERANÇA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO 23/09/19
GOVERNANÇA CORPORATIVA 23/09/19
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança