TRANSLATE:
header_logo
Login
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
01/09/16 - Seis momentos em que os atletas brasileiros mostraram excelência da gestão
Inspire-se nas histórias de superação e empenho no esporte e invista em melhorias na sua organização
Apesar do cenário incerto e de todas as dúvidas que precederam os eventos esportivos realizados nos últimos dias, o Brasil tem muito do que se orgulhar. Mesmo com dificuldades, apresentamos para todo o mundo um excelente trabalho.

Nunca na história tivemos um desempenho tão bom dentro das quadras, dos ginásios e dos campos. Por isso, faz-se necessário aprender com as recentes conquistas e perpetuar o legado que o maior evento esportivo do mundo deixou por aqui.

Confira exemplos de superação e veja como os campeões brasileiros podem inspirar melhorias na sua organização.

imagem



1. Planejamento a longo prazo e atuação de liderança transformadora

Os investimentos voltados para a formação de atletas ainda é uma exceção no País. Mesmo assim, vemos uma evolução em algumas modalidades no decorrer das últimas décadas. O vôlei, por exemplo, tornou-se uma referência de sucesso e conquistas nas quadras e nas praias.

Fruto de planejamento de médio e longo prazo, o esporte contou com a atuação de líderes que buscaram referências, investiram no potencial dos atletas e determinaram estratégias para a obtenção de resultados. Se hoje comemoramos o tricampeonato na maior competição esportiva do mundo é porque, há 24 anos, o time comandado por Marcelo Negrão e Amauri Ribeiro inspirou jovens, como Serginho, que perpetuariam o trabalho de qualidade que eles começaram.

Dentro das organizações não é diferente, as equipes precisam de uma liderança transformadora capaz de determinar metas, conciliar interesses e de promover o desenvolvimento individual de seus colaboradores.


2. Estabelecimento de metas

Parte do planejamento estratégico de um negócio envolve a determinação de metas para curto, médio e longo prazos. Os resultados aparecem com o tempo, depois de muito empenho, dedicação e horas de trabalho árduo.

No esporte não é diferente, há alguns dias vimos o feito inédito de Thiago Braz no salto com vara. Até então, o jovem atleta nunca havia ultrapassado a marca dos seis metros em suas apresentações, mas estava determinado a superar seus melhores resultados e a garantir a vitória na competição mais importante de sua vida. Apoiado pela torcida, o brasileiro arriscou, pulou 6,03 metros com excelência e fez história em sua modalidade.


3. Gestão de risco e superação de dificuldades

A Seleção Brasileira de Futebol masculino estava desacreditada e sofria duras críticas por conta de sua atuação dentro de campo. Mesmo com grandes estrelas no time, os resultados não eram satisfatórios e tendiam para mais uma derrota nos gramados brasileiros.

Diante de um cenário nada animador, o técnico Tite foi convidado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para conversar com o time e trabalhar com Rogério Micale a fim de reverter as perspectivas negativas e estimular uma atuação mais assertiva dos atletas a cada partida.

A vitória inédita que comemoramos aliviados no futebol é fruto de uma gestão de risco, em que os líderes identificaram um problema, investiram em melhorias a curto prazo, superaram o momento de dificuldade e atingiram o resultado desejado. Dentro das organizações, o gestor precisa estar preparado para lidar com situações adversas e para buscar soluções para garantir o cumprimento de suas metas.


4. Estudo do adversário

Durante as lutas realizadas na arena carioca, tanto a judoca Rafaela Silva quanto o boxeador Robson Conceição souberam estudar os movimentos de seus oponentes para se sagrarem vitoriosos em suas modalidades de maneira histórica.

Da mesma forma, os gestores precisam estar atentos e entender o que acontece no mercado antes de tomar decisões e montar o seu planejamento estratégico. É fundamental analisar tendências, antecipar algumas ações e surpreender a concorrência para alcançar os resultados esperados.


5. Ousadia e caminhos que nos fazem chegar ao topo

Martine Grael e Kahena Kunze fizeram história na Baía de Guanabara durante a competição de vela. Na prova decisiva, as atletas ousaram e mudaram a estratégia para sair na frente das outras competidoras. A escolha pouco provável de desviar a rota de navegação para pegar uma corrente de vento diferente fez com que elas se destacassem e chegassem em primeiro lugar na prova.

É preciso ter coragem e investir em algum diferencial quando se está em um cenário em que todos buscam a mesma coisa e trabalham de forma muito similar para alcançar o topo. Nos negócios, no esporte e na vida, destacam-se aqueles que identificam uma oportunidade e apostam na única chance de atingir os resultados esperados.


6. Integração com a sociedade

Os espetáculos observados em todas as arenas esportivas montadas na cidade do Rio de Janeiro mostraram para o mundo a força e a intensidade da torcida brasileira. Sem dúvidas, a empolgação e a energia transmitidas para os atletas foram um elemento-surpresa nas competições. Assistimos de perto a cumplicidade entre atletas e espectadores. Vimos uma integração entre pessoas comuns e grandes astros do esporte mundial e fizemos história.

Essa integração com o público nos mostra como os resultados por si só não bastam, é preciso mais, é essencial a preservação de valores e de alguns cuidados para obter o sucesso, de fato.

Mais do que dados e informações, os gestores precisam entender a importância do fator humano e da sociedade para que o seu negócio trilhe um caminho de verdadeira excelência, em que são valorizados processos, estratégias e pessoas.


Fonte: FNQ
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
2019 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
CQH: Hospital Regional de Presidente Prudente recebe selo
Em 25/10/2018, o Hospital Policlin de Taubaté recebeu selo do Programa CQH
Santa Casa de Limeira recebe Selo de Conformidade do Programa CQH
Haino Burmester é homenageado por trabalho à frente do CQH
Hospital Netto Campello recebe selo do CQH
Mais Recentes
EUROFARMA E KNIGHT THERAPEUTICS DISPUTAM A BIOTOSCANA 21/10/19
PRÉ LANÇAMENTO “GESTÃO DE PESSOAS EM SAÚDE”: 11/10/19
FLEURY COMPRA DIAGMAX 08/10/19
AUTOGESTÃO 07/10/19
Apresentações 30/09/19
Apresentações 30/09/19
PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS 27/09/19
SÍNDROME DE BURNOUT 23/09/19
LIDERANÇA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO 23/09/19
GOVERNANÇA CORPORATIVA 23/09/19
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança