TRANSLATE:
header_logo
Login
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
12/11/15 - 5 dicas para incentivar a inovação entre os colaboradores
Liderança, estratégia e processos são fatores fundamentais para a criação de uma cultura de inovação
imagem


Nunca se falou tanto sobre a importância da inovação nas empresas como nos últimos tempos. Elas buscam encontrar soluções que, necessariamente, não significam “reinventar a roda” ou ter uma ideia mirabolante que valha milhões. Na verdade, a inovação está na quebra de padrões e no encontro de novas maneiras de fazer algo que é feito há muito tempo, porém, sempre do mesmo jeito.

Neste processo, dois pontos são fundamentais: as lideranças devem incentivar os colaboradores a inovarem e a solução ou a antecipação de problemas deve ser preocupação de toda a organização.

“O líder tem de procurar dar o máximo de espaço para que o funcionário fale sem reservas e exercer um papel apenas de condutor em muitas situações, como por exemplo, em um brainstorm”, explica Luiz Malta, coordenador de projetos da Fundação Nacional da Qualidade. “A liberdade de criação é papel fundamental em um processo de inovação”, completa.


Confira, abaixo, cinco dicas para a liderança incentivar a inovação na equipe:

Ter um processo de inovação definido na empresa
Reuniões periódicas, regras pré-estabelecidas e processos de indicadores devem fazer parte da cultura da empresa, considerando, também, a inovação. Os colaboradores precisam de um canal aberto junto à direção para que tudo possa ser desenvolvido de forma constante e organizada.

Manter um processo de inovação ativo, mesmo quando os resultados não aparecerem
Inovação é a busca de algo novo e as ideias e conceitos maturam com o tempo, mas não necessariamente dentro do período entre uma reunião e outra. A mensuração tem papel fundamental dentro do processo, mas, para que o resultado apareça, é preciso tempo e paciência.

Incentivar a discussão entre todos, sem hierarquia
É importante dar espaço para que todos falem e possam expor suas ideias, sem o conceito de “chefe e subordinado”. Na hora da discussão, todos têm de estar abertos às ideias sem que haja subordinação hierárquica. Desta forma, a tendência é que seja mais fácil o surgimento de ideias.

Nunca punir um funcionário por uma ideia que não tenha dado certo
A inovação é um trabalho em grupo. Se a ideia do colaborador não der certo, não se deve punir, pelo contrário. Ele é a sua fonte de inovação, agradeça a dedicação e trabalhe para que novos insights apareçam.

Premiar os colaboradores e suas ideias
Premie o seu colaborador caso a ideia seja acatada e praticada pela organização. A premiação não precisa ser, necessariamente, em dinheiro e não existe uma regra específica para tal.


Fonte: FNQ
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
A tecnologia pode ajudar a sustentabilidade do sistema de saúde do Brasil
A discussão de compliance e ética no CQH 2018
Destaques
Curso da APM ajuda na sustentabilidade de empreendimentos médicos
Liderança 4.0
Novo : Desafios da Lei Geral de Proteção de Dados para a Área da Saúde
Gestão de Pessoas em Saúde
2019 - Concursos para obtenção de título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde
CQH: Hospital Regional de Presidente Prudente recebe selo
Mais Recentes
COVID-19: Notas técnicas orientam profissionais de saúde no cuidado à saúde das mulheres 12/05/20
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
43º Caderno de Indicadores CQH - 2009
5Manual de Gestão Hospitalar
6Por que e como aderir ao Programa CQH
7Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
8Manual de Gestão Hospitalar do CQH
9Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança

apmsompas