TRANSLATE:
Login
Quem Somos
Histórico

A idéia da criação do CQH se inspirou nos trabalhos da Comissão Conjunta de Acreditação de Organizações de Saúde (CCAOS), dos EUA, e resultou de ampla discussão entre diversas entidades ligadas ao atendimento médico-hospitalar no Estado de São Paulo, catalisada pelo Serviço de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde. As reuniões iniciais para discussão do projeto em 1989-1990, aconteceram na sede daquele órgão, na avenida São Luiz e posteriormente, se transferiram para a sede do CREMESP na avenida Domingos de Moraes.

Uma vez iniciado, o Programa se estabeleceu na sede da APM, na avenida Brigadeiro Luiz Antônio, onde permanece até hoje. Vários participantes daquelas reuniões iniciais representam hospitais ou entidades ligadas aos mesmos e que até hoje estão filiados ao Programa. Após um projeto-piloto em abril de 1991, o CQH iniciou suas atividades em julho do mesmo ano, com o encaminhamento de comunicação a todos os hospitais do Estado de São Paulo (aproximadamente 800 na época), informando sobre os objetivos do Programa, sua metodologia e convidando-os a se filiarem, mediante o preenchimento de um Termo de Adesão.

Aproximadamente 200 hospitais responderam de alguma forma a este apelo inicial e 120 iniciaram ativamente sua participação. Este número caiu para 80, anos depois e hoje está fixado em torno de 200 participantes, sendo que alguns são de fora do Estado de São Paulo.


O que é CQH?

Um programa de adesão voluntária, cujo objetivo é contribuir para a melhoria contínua da qualidade hospitalar. Estimula a participação e a auto-avaliação e contém um componente educacional muito importante, que é o incentivo à mudança de atitudes e de comportamentos. Incentiva o trabalho coletivo, principalmente o de grupos multidisciplinares, no aprimoramento dos processos de atendimento.


Missão

A missão do Programa é contribuir para a melhoria contínua da qualidade do atendimento nos serviços de saúde mediante metodologia específica.


Valores do CQH

Ética: O Programa CQH incorpora os valores das entidades mantenedoras e respeita a legislação vigente sob todos os aspectos. A participação no CQH requer integridade e honestidade moral e intelectual.

Autonomia técnica: O Programa CQH tem autonomia técnica para ser conduzido, independentemente de injunções que contrariem os princípios definidos em seus documentos básicos: Missão, Valores, Visão, Estatuto e Metodologia de Trabalho.

Simplicidade: O Programa CQH busca a simplicidade. As regras são adequadas e suficientes à realidade hospitalar brasileira.

Voluntariado: O Programa CQH incentiva a participação voluntária dos hospitais, interpretando a busca da melhoria da qualidade como manifestação de responsabilidade pública e de cidadania.

Confidencialidade: O Programa CQH trata todos os dados preservando a identidade dos hospitais participantes.

Enfoque educativo: O Programa CQH promove o aprendizado a partir da refexão e da análise crítica dos processos e resultados.


Entidade Mantenedora

- Associação Paulista de Medicina


Entidades Apoiadoras

- Programa de Estudos Avançados em Administração Hospitalar e de Sistemas de Saúde (PROAHSA - HCFMUSP/EAESP FGV);
- Associação Brasileira de Medicina Preventiva e Administração em Saúde (ABRAMPAS);
- Fundação Nacional da Qualidade (FNQ);
- European Foundation for Quality Management (EFQM);
- Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP)

CQH
Apoio:
xhl


sicredi
Blog
MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO - UMA IMPORTANTE INFORMAÇÃO PARA TOMADA DE DECISÃO E NEGOCIAÇÃO NOS SERVIÇOS DE SAÚDE.
Destaques
RAS On-line
Concurso para obtenção do título de especialista em medicina preventiva e certificado de área de atuação em administração em saúde - 2016
Encontro dos Grupos do NAGEH
RAS Vol. 16 N° 65 Outubro-Dezembro, 2014
Gestão Hospitalar - O Papel do Médico Gestor
RAS Vol. 16 N° 64 Julho-Setembro, 2014
Mais Recentes
A IMPORTÂNCIA DO CONTROLE DE CUSTOS NAS OPERADORAS 28/06/17
OPORTUNIDADE: Vaga - Médico gestor 26/06/17
MINISTÉRIO DA SAÚDE CRIA BANCO DE PREÇO PARA BARATEAR COMPRAS DO SUS 26/06/17
OPORTUNIDADE: vaga para Coordenador Médico em São Luis do Maranhão 26/06/17
ANS INICIA CONSULTA PÚBLICA PARA REVISÃO DO ROL DE COBERTURA DOS PLANOS DE SAÚDE 23/06/17
LIDERANÇA COMPARTILHADA NAS ORGANIZAÇÕES DE SAÚDE 22/06/17
PILARES PARA ADOÇÃO DE BIG DATA 14/06/17
Centros médicos: o nicho da vez 09/06/17
Brasil é segundo país que mais perde dinheiro com a depressão no trabalho 09/06/17
Desperdícios e mudanças de gestão são desafios para saúde pública, afirma David Uip 09/06/17
Mais Lidas
1Manual de Indicadores de Enfermagem NAGEH 2012
2Rumo à Excelência: Critérios para avaliação do desempenho e diagnóstico organizacional
3CQH - Roteiro de Visitas
4Manual de Gestão Hospitalar
5Acreditação hospitalar: um movimento inexorável?
63º Caderno de Indicadores CQH - 2009
7Por que e como aderir ao Programa CQH
8Prêmio Nacional da Gestão em Saúde - Ciclo 2015-2016: Regulamento e Instruções para Candidatura
9Manual de Gestão Hospitalar do CQH
10Manual de Gestão - Organização, Processos e Práticas de Liderança
Videoaulas
O Indicador de absenteísmo
O trabalhador portador de deficiência física